O PSB tornou-se o primeiro partido brasileiro a incorporar a Economia Criativa como estratégia de desenvolvimento, com a aprovação unânime de mais de 800 delegados do seu XIV Congresso Nacional, o maior da história do partido, realizado dias 1, 2 e 3 de março de 2018, em Brasília. Depois de discutida intensamente em um dos quatro painéis temáticos, onde, inclusive, recebeu várias emendas, a matéria foi à votação na sessão plenária no dia 2 e aprovada por unanimidade.

Em novembro de 2017 e janeiro de 2018, o PSB Nacional produziu dois documentos básicos em que defende a tese sobre Economia Criativa como Estratégia de Desenvolvimento: o Boletim Conjuntura Brasil n° 6 – Economia Criativa, como Estratégia de Desenvolvimento e a Cartilha Sobre Economia Criativa . Ambos afirmam que as forças políticas democráticas e a própria esquerda devem se modernizar e que precisamos de um novo projeto nacional de desenvolvimento social e econômico que assegure ao Brasil a inserção soberana na economia globalizada. Tais documentos também serviram de base para a criação do site www.socialismocriativo.com.br, que se constitui em um ambiente virtual de informações e debates sobre os mais variados aspectos da Economia Criativa e do Socialismo Democrático. Um espaço plural da inovação e da construção de um projeto moderno e revolucionário de desenvolvimento. Não apenas uma arena da militância para a militância política, mas, também, um ambiente para pessoas e organizações que desejam buscar conteúdos ou informar suas ideias sobre Economia e Socialismo Criativos.

O desdobramento deste tema, na prática, será parte de uma campanha de comunicação iniciada com a realização do Seminário Internacional Economia Criativa como Estratégia de Desenvolvimento, em Brasília, nos dias 21 e 22 de março de 2019.